Escola de Filosofia Chinesa - Integrada a Wu Xing Clínica

Hiperatividade Infantil

Hiperatividade Infantil


A hiperatividade na infância caracteriza-se por excesso de atividade, o qual impede a criança de concentrar-se e manter-se quieta e calma para o que seria considerado normal em crianças da mesma idade.

De acordo com a medicina chinesa, a hiperatividade é consequêcia de disturbios nas funções do coração e fígado, sabendo-se que coração controla espirito e emoções e o fígado suaviza e regulariza o fluxo de energia e sangue.

O tratamento se baseia em acalmar o coração e dominar o calor acendente do fígado.

Como a criança até a época que começa sua capacidade de reprodução ainda não tem órgãos e vísceras definitivamente constituídos, raramente é recomendável acupuntura ou medicamento que provoque efeitos colaterais, como os tranquilizantes da medicina moderna (ritalina, por exemplo).

Então, é necessário investir em alimentação adequada, consistente em verduras e saladas (ainda que diluída nas sopas) ou naqueles que provoquem energia estável e duradoura, como por exemplo, milho verde, polenta, moranga, cenoura, mamão e melão, gema do ovo ou grãos, entre estes arroz, feijão, lentilha e todos os demais.

É importante, para eficácia do tratamento alimentar, diminuir os doces, inibindo refrigerantes, sucos em caixas, achocolatados ou salgadinhos ricos em sódio, os quais dificultam o funcionamento do fígado e dos rins, criando mais hiperatividade e insegurança (ou medo).